“Um tomate orgânico não é o mesmo produto que um tomate convencional” – Márcio Stanziani, Secretário Executivo da AAO

Fomos a sede da Associação de Agricultura Orgânica (AAO) no Parque da Água Branca  conversar com o Márcio Stanziani, atual secretário executivo dessa ONG. Ele contou um pouco da história da AAO, ONG que é ator de destaque no desenvolvimento da agricultura orgânica na cidade de São Paulo. A AAO é responsável pela organização das feiras do produtor orgânico no parque da Água Branca (de terça, sábado e domingo) e no Shopping Villa Lobos (aos domingos), quanto a essas Márcio comenta que as feiras surgiram inicialmente para mostrar que existiam produtos da agricultura orgânica, e hoje em dia elas mostram que existem tecnologias para a agricultura orgânica e que os preços são competitivos.

Outra vertente de ação da AAO, que o secretário executivo destaca, é através da política. A ONG foi ativa na elaboração da lei de orgânicos na merenda da cidade de São Paulo. Ele diz que foram necessários 5 anos para todo o processo, o qual uniu Sociedade Civil, Poder Legislativo e Poder Executivo. Sendo que essa é uma política é muito importante para a produção de orgânicos no Estado de São Paulo, pois trata-se de uma política indutora de produção. Márcio ainda desmistifica a ideia de que os orgânicos atendem a um nicho de mercado, sendo através da nova lei e, também, através da democratização do acesso. Para saber mais escute o podcast completo com Márcio Stanziani.

 

 

 



'“Um tomate orgânico não é o mesmo produto que um tomate convencional” – Márcio Stanziani, Secretário Executivo da AAO' have 2 comments

  1. 3 de fev de 2017 @ 21:19 Francisco dos Santos

    Esta entrevista foi esclarecedora e instrutiva.
    O Márcio, comentou no final da entrevista que o resultado do trabalho da AAO será a auto-extinção.
    Antoine Lavoisier (que trabalhou no melhoramento da agricultura na sua época) disse, “na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma” e eu complemento, inclusive a AAO.
    🙂

    Responder

  2. 19 de abr de 2017 @ 18:46 Paulo Siqueira

    Agricultura Orgânica não é somente produzir sem agro-químicos é valorizar o homem que produz sua comida, é preservar recursos naturais que se acabaram com as cidades, é valorizar a vida no seu sentido mais completo.E não dá para comparar produto orgânico com produto convencional envenenado são bem distintos, quem consome sabe.
    Paulo Siqueira- Produtor de orgânicos há 20 anos.

    Responder


Quer compartilhar suas ideias?

Seu endereço de email não será publicado.

Notícias do Portal do Consumo Responsável